Formação Profissional: Passo a passo

Todos somos Estudantes da Arte do Jin Shin Jyutsu, uma jornada de CONHECER (ajudar) a MIM MESMO, que dura toda a vida. Conheça os diferentes passos na formação profissional de nossos estudantes, bem como as responsabilidades que cada título oferece.

1. Tornando-se Praticante

O estudante que completar sua participação em um Seminário Básico, receberá um certificado de comparecimento ao curso. Um segundo certificado será concedido ao estudante que concluir três Seminários Básicos, atestando um treinamento mínimo como Praticante.

Neste estágio, o estudante terá adquirido percepção, compreensão e práticas suficientes para incluir o Jin Shin Jyutsu em todas as áreas de sua vida. É somente neste ponto que se começa a ter uma perspectiva mais clara do caminho e percebe-se que a jornada não tem começo ou fim. Como um Estudante Praticante, você tem direitos limitados de usar o nome Jin Shin Jyutsu: consulte na aba Saiba Mais, Uso da Marca.

Além disso, a partir do recebimento do Certificado de Praticante, o estudante é autorizado a ministrar sessões a clientes.




​2. Tornando-se Facilitador de Cursos de Autoaplicação

Após a formação como Praticante de Jin Shin Jyutsu (realização de no mínimo três seminários básicos ao longo de pelo menos 18 meses), o estudante que comparecer ao curso Vivendo a Arte terá autorização para ministrar os cursos de autoaplicação.

Durante o Vivendo a Arte, o Praticante será apresentado às inúmeras relações entre os Livros 1 a 3 de autoaplicação e os Textos 1 e 2 dos Seminários Básicos, podendo assim estar mais apto a ensinar o material de autoaplicação segundo as diretrizes de ensino da Jin Shin Jyutsu, Inc.

ORIENTAÇÕES PARA ESTRUTURAÇÃO DE CURSOS DE AUTOAPLICAÇÃO:



  • Todos os cursos de Autoaplicação de Jin Shin Jyutsu têm que se basear nos 3 Livros de Autoaplicação escritos por Mary Burmeister. Nenhum outro material, resumo ou texto pode ser melhor para demonstrar a Arte de Conhecer (Ajudar) a Mim Mesmo. Os impressos distribuídos durante o Seminário “Vivendo a Arte” podem ser usados como material de apoio, mas não substituem os livros de Autoaplicação. 

  • Ensine a partir do seu nível de experiência e compreensão.


  • Não combine o curso de Autoaplicação com outras modalidades e disciplinas. Se você nomeia o curso de Autoaplicação de Jin Shin Jyutsu, você deverá ensinar SOMENTE Autoaplicação de Jin Shin Jyutsu.


  • Disponibilize a descrição dos Seminários e Cursos, bem como as datas agendadas, para que o aluno saiba a diferença entre o curso de Autoaplicação e do Seminário Básico, bem como as várias etapas de aprendizagem.


  • É importante ressaltar para seus alunos do curso de Autoaplicação que, embora este curso tenha a intenção de dar condições para que se ajudem (e talvez também ajudar seus amigos e familiares), não há pretensão de prepará-los para oferecer sessões ou ensinar Jin Shin Jyutsu para outras pessoas em nível profissional (como Praticante ou Facilitador de Autoaplicação, do Seminário Básico ou do Seminário Vivendo a Arte).​




3. Tornando-se um Organizador local

Os Organizadores são os membros de nossa equipe que, após se tornarem Praticantes e Facilitadores de Autoaplicação, desejam levar o Seminário Básico e os outros cursos oferecidos posteriormente pelos Instrutores à sua comunidade local: seus alunos de autoaplicação e interessados da região.

Caso você deseje organizar um Seminário de Jin Shin Jyutsu em sua cidade e se tornar um Organizador, você necessita:


  • Ter completado o Seminário Básico por no mínimo três vezes.
  • Uma comunidade de JSJ crescente
  • Habilidade no uso do computador
  • Experiência de Organização anterior
  • Boas habilidades interpessoais 


O motivo de preferirmos um organizador que tenha comparecido a no mínimo 3 Seminários Básicos deve-se ao fato de sentirmos que um organizador necessita ser um ímã central para a comunidade de Jin Shin Jyutsu em sua cidade, tendo montado seu consultório, ensinando cursos de auto aplicação, conduzindo ou frequentando grupos de estudo e também dando palestras ou apresentações em centros de saúde locais, hospitais, centros de eventos, etc. Os Organizadores de nossos cursos são um recurso durante todo o ano, não apenas durante a época do curso.

A necessidade de se abrir uma nova cidade para cursos é determinada pelos seguintes itens:


  • Não há um local de cursos próximo.
  • Geralmente, um novo local oferecerá primeiramente um Seminário Básico, antes do Vivendo a Arte ou Temas Especiais serem ali apresentados. O motivo para isto é que ele gera o interesse (e é um pré-requisito) para os outros cursos.
  • Há pelo menos 10 NOVOS alunos e cerca de 20 reciclantes neste novo local para apoiar um Seminário Básico sem que ele traga alunos de outras comunidades.


Se os requerimentos acima se enquadram em seu perfil atual, pedimos que contate nosso Escritório, que o orientará e o encaminhará ao nosso diretor David Burmeister para conversarem sobre a sua proposta. Caso contrário, veja nossas diretrizes abaixo para promover a sua comunidade de Jin Shin Jyutsu.


Desenvolvendo a Sua Comunidade:


  • Converse com seus clientes interessados para que compareçam aos cursos de autoaplicação. Use folhetos e anúncios para os cursos de autoaplicação e quaisquer eventos de JSJ que você esteja planejando.
  • Palestras públicas/demonstrações são uma boa maneira de promover o interesse da sua comunidade para apoiar a realização de um Seminário Básico.
  • Trabalhe juntamente com um instrutor do corpo docente do JSJ que esteja disponível a ajudá-lo a desenvolver a comunidade ao conduzir cursos de autoaplicação para o público geral, cultivando a presença no Seminário Básico com o mesmo instrutor em uma ocasião futura. Esta é uma maneira excelente de plantar sementes prospectar para novos alunos.
    • Comunique os estudantes atuais da área próxima sobre o curso de autoaplicação do instrutor.
    • Leve folhetos e anúncios a todos os lugares que puder.
  • Ministre você mesmo os cursos de autoaplicação. 
  • Sugira aos seus clientes que eles compareçam a um curso de autoaplicação. Caso eles estejam interessados, talvez eles possam comparecer a um Seminário Básico.
  • Forme um grupo de estudos com alunos de JSJ que se reúnem com o propósito claro de focalizarem em ter um local para a realização do Seminário Básico. Os grupos de estudos são formados por alunos que tenham comparecido a pelo menos um Seminário Básico. 
  • Frequente os cursos de autoaplicação de outros colegas. Se um praticante ou facilitador de autoaplicação estiver conduzindo um curso em sua área, verifique a possibilidade de comparecer. 




4. Tornando-se um Instrutor

Os estudantes interessados devem enviar uma carta de intenções para o Advisory Council (Conselho Consultivo) A/C Scottsdale Office - Arizona, sede da Jin Shin Jyutsu, Inc. e solicitar sua inscrição a candidato no respectivo Programa de Treinamento de Instrutores (ITP: Instructor Training Program). Mais informações em www.jsjitp.com